Porque o grau de escolaridade tem importância para a prospecção multifamily

Um dos indicadores que a CONTI Capital usa para ponderar a seleção de um submercado ou código postal adequados para possíveis aquisições multifamily é o grau de instrução obtido pelos habitantes na área local.

O grau de instrução nos dá um certo sinal sobre renda e emprego. Uma pessoa com um diploma universitário avançado é mais provável de estar empregada num trabalho de alta remuneração em seu respectivo mercado. Portanto, é de interesse da CONTI poder encontrar ativos entre concentrações destas populações de alta escolaridade, que podem custear moradia em propriedades luxuosas. Monitorar os indicadores de crescimento destas populações também nos mostra não somente o local da demanda, mas também onde ela permanecerá com o passar do tempo, revelando desenvolvimento em potencial.

O crescimento do grau de instrução no decorrer do tempo também é como um barômetro que demonstra como a demanda por empregos está impactando a migração interna para a área metropolitana em questão. As empresas que esperam atrair trabalhadores com maior grau de escolaridade e mais especializados desejam estar nestas concentrações também, e por sua vez esses tipos de empresas – nos campos técnico ou científico, por exemplo – atraem profissionais com essas qualificações para esta mesma área metropolitana. Uma diversidade de indústrias avançadas dentro de uma área metropolitana é boa para o seu crescimento populacional e econômico, e é um ambiente aonde propriedades de apartamentos mais novas oferecendo amenidades mais luxuosas estão em alta demanda – exatamente o lugar onde a CONTI deseja estar.

Em Austin, por exemplo, 44,78% dos residentes na área metropolitana tinham um diploma de bacharel em fevereiro de 2022, o que significa um aumento de 2,78% com relação a três anos atrás. Em comparação, 32,2% do número total da população americana têm um diploma de bacharel, um aumento dos 30,3% de três anos atrás.

Aproximadamente 16% da população de Austin tem um diploma avançado, o que aumentou 1,24% nos últimos três anos. Isso se compara a 12,4% do total da população americana, um acréscimo dos 11,5% naquele mesmo período. O crescimento populacional com grau de escolaridade superior na área metropolitana de Austin é encorajador, mas não é de se surpreender, considerando a alta concentração de empregos de tecnologia avançada em Austin.

A área de Raleigh-Durham também possui uma concentração relativamente alta de pessoas formadas – 46,76% tinham um diploma de bacharel e 17,19% tinham um diploma de pós-graduação em fevereiro de 2022, sendo que estes valores aumentaram em 2,46% e 1,49%, respectivamente.

A porcentagem da população com um diploma de bacharel ou de pós-graduação, assim como o crescimento populacional desses segmentos, simbolizam uma fatia minúscula das inúmeras métricas que a CONTI monitora. A CONTI observa mais de cem indicadores para acompanhar de perto os fundamentos da migração interna, renda, qualidade de vida, oferta e demanda, como também as leis municipais e outros fatores que são importantes quando se trata de encontrar os ativos multifamily de melhor qualidade para adquirir para os nossos fundos de investimentos.